domingo, 15 de fevereiro de 2009

dance me to the end of love ou que dilema de hamlet que nada


A mão que amassa o pão. que mata. que muito.
É tudo fluxo.
queria mesmo era esse luxo.
marido e filho brincando de massinha na cozinha.
Se quiser eu desembucho.
queria mesmo era voar até o Índico.
ir pra Bali e seguir o velho bruxo.
comer o pão que o diabo amassou.
marido e filho dependurado nos utensílios de cozinha.
Queria mesmo ser quem eu sou. 

3 comentários:

Glauco disse...

E vai piorar de bm

Tania Campos disse...

oxalá!

Tania Campos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.